Boin - Capítulo 023



“— Senhora Manoela. Já estamos em posição, seguindo o seu esposo.”
“— Está filmando tudo?”
“— Positivo.” — Alvarenga gostava desses jargões — “Conforme o acordado.”
“— Tudo bem.” — Manoela estava apreensiva.
“— Ele está descendo do carro e escolhendo uma na calçada mesmo. Ihhh!”
“— O que foi detetive? O que está acontecendo?”
“— Seu marido não está escolhendo uma prostituta. É um travesti.”
“— Ah! Não!” — O universo de Manoela, desabou.
“— Ah! Sim! E eles entraram num beco lateral. Peraí que vou mudar de ângulo para pegar a imagem melhor.”
“— Acho que já é suficiente, senhor Alvarenga.”
“— Relaxa! Deixa só eu regular o zoom da câmera. Esse equipamento é excelente! — Ajustava o foco, quando gritou: — Minha nossa!”
“— O que foi? O que foi?”

“— O seu marido atracou o traveco ali mesmo. Putz! Deve estar num fogo só. Tá socando que nem um louco.”

— Ei! Manoela! Manoela! Você tá me ouvindo? — Edgar a chamava pela terceira vez.
— Hã?
— Claro que não, né?!
— Percebeu isso por causa do meu “hã”? — Ela sorriu tentando quebrar o clima.
— Não. É por causa das tortilhas de milho que estão carbonizando.
Ela olhou para o lado e a fumaça subia dos bolinhos esturricados.
— Droga!
Manoela tentou retirá-las, mas foi inútil. Precisou raspar a chapa.
— Não deixa o Pepe ver. — O rapaz sorriu, deixando o que fazia para ajudá-la a jogar os queimados no lixo.
— Obrigada, Edgar!
— Desculpe a intromissão mas, algo a incomoda?
— Porque a pergunta?
— Vejo que, por vezes, você está dispersa em suas atividad…
— Não! Quero dizer, não é nada, Edgar. Coisa de mulher — tentava fugir da situação — Bobagem. Eu só preciso… eu só preciso terminar isso daqui.
Manoela foi buscar mais massa de tortilha para refazer as que queimaram. Ela não conseguia se concentrar, principalmente quando relembrava das conversas com o detetive Alvarenga. Ela o pagou para descobrir sobre a vida dupla do esposo. Num primeiro momento pensou em matar a mulher que estava com ele mas, depois da segunda conversa com o detetive ela descobriu que eram múltiplos os casos. Foi o próprio contratado que a orientou:
— É algo inicial. Eu vou acompanhar a rotina dele mas, no seu lugar, eu preparava o dinheiro da terapia.

Nenhum comentário:

Boin - Capítulo 036

A mãe e o pai já dormiam fazia algum tempo. O irmão ainda estava trabalhando. Ele chegava por volta de 2h da madrugada. Por isso não havia t...