Ehso - Capítulo 006



Dirceu era o tipo de homem que tinha uma calculadora no lugar do cérebro e uma caixa registradora no lugar do coração. Ele não perdia tempo com coisas que não lhe dessem dinheiro, e odiava qualquer obstáculo que o separasse do seu objetivo: mais dinheiro.
A princípio, tais pensamentos e condutas, nos fariam pensar que estivéssemos tratando de um grande produtor, ou proprietário de indústria, até mesmo um bancário. Contudo Dirceu era um bispo, um religioso. A religião a qual pertencia se esforçava ao máximo em angariar recursos materiais, estes, impulsores de seu crescimento global. E que crescimento! O grupo contava com mais de 1000 templos, espalhados por todo o país, e ambicionava abrir mais 40 naquele ano. Como? Ora, arrancando até a última moeda de seus fiéis. Por isso as pregações eloquentes, conclamando os ouvintes à doação extrema:
“Não se sacrificaria pelo vosso Senhor?”

Perguntou várias vezes. E a resposta vinha através de pilhas e pilhas de dinheiro em campanhas, votos e provações. Foi por causa dessa alta lucratividade que o antigo pastor Dirceu, ascendeu a bispo de sua cidade. Porém ele ambicionava mais, desejava se envolver mais, se entregar mais. Por amor? Sim! Amor, veneração, devoção, ao dinheiro e a tudo o que ele representa: o poder, a liberdade, a regalação. Pois, como bispo, tinha casa, carro, empregados, conta recheada. Mas ambicionava muito mais.
“Quem sabe bispo continental.” — E ele tinha potencial para isso.
Em seu planejamento quase delirante, isso seria a apoteose. Porém, para atingir os seus objetivos, precisava pisar um degrau após o outro. E começou bem. Precisou se casar, algo que não desejava, mas que era crucial para o bom andamento de seu plano. Então, foi na própria igreja que conheceu a ingênua moçoila. Garota ativa e muito entregue aos afazeres da religião. Que não o questionava mas, antes, o tinha com extrema devoção, afinal era o bispo. Já para Dirceu ela nunca significou muito. Tampouco queria estar com ela. Preferia estar ao lado das acompanhantes de alto luxo mas, por força da necessidade momentânea, teve que se casar.
Agora, precisava dela, precisava de todos, de tudo o que pudesse retirar deles.


Nenhum comentário:

Boin - Capítulo 036

A mãe e o pai já dormiam fazia algum tempo. O irmão ainda estava trabalhando. Ele chegava por volta de 2h da madrugada. Por isso não havia t...