Ardes - Capítulo 033


Onofre acordou irritado com o barulho inesperado dos fogos de artifício. O susto o fez se mover repentinamente, e acabou rompendo dois pontos da sutura, o que causou um pequeno sangramento. Sentiu também uma súbita dor de cabeça.
— Desgraça! — xingou sentindo a boca seca.
Já estava acostumado com o álcool, mas, naquele período de recuperação pós-briga, o que o segurava sóbrio eram os remédios, pois temia misturá-los. Mesmo assim, sentia o forte desejo.
Olhou para o lado e, sobre uma mesinha, havia uma jarra com água e um copo. Sem outra opção, bebeu, e quase vomitou
“Gosto horrível.”

A janela, pouco aberta, deixava passar o vento que balançava as cortinas. Teve vontade de correr dali e ir para o bar, talvez encontrar os colegas de bebedeira, quem sabe voltar só no dia seguinte. Mas também sabia ser ano novo, o bar estaria fechado e os companheiros, provavelmente, com suas famílias:
— Miséria! — Estava irritado.
Mas atenuou o desejo pela bebida, e as emoções, quando pensou no filho e na esposa. A sua noite foi difícil.

Nenhum comentário:

Boin - Capítulo 036

A mãe e o pai já dormiam fazia algum tempo. O irmão ainda estava trabalhando. Ele chegava por volta de 2h da madrugada. Por isso não havia t...